O que é bem-estar?

Bem-estar” pode ter vários significados... Para mim é o bem-estar da saudade. Saudade de quando as casas eram personalizadas com a cara dos donos, e não influenciadas pelas revistas. Espaçosas cozinhas com janela para o jardim e uma enorme mesa para a família inteira esperar o bolo quente sair do forno. Cadeiras na varanda sob vasos de samambaia pendurados na parede. Começamos a perceber que são estas as coisas que nos traduzem. O arquiteto não era o mais importante da cidade ou escolhido nas revistas pelo número de projetos. Pelo contrário, era como o médico da família. Afinal, não poderíamos entregar a realização de um sonho para alguém que não nos conhece, ou projete uma casa ideal para revenda e não com a nossa cara. O bem-estar na arquitetura não é diferente do bem-estar na vida. Bem-estar é ter em sua casa aquilo que te deixa feliz. Bem-estar são os espaços que te levam a respirar com tranquilidade, a pensar profundamente... Pode-se ser feliz com o mínimo, abolir os excessos, mas, se para você o mínimo deve ser o máximo, pois que fique com muito. Não há regras. O luxo na arquitetura e na vida é não ter vergonha de dizer que gosta quando gosta ou não sei quando não sabe. Luxo não é uma coleção de etiquetas de grife, mas tampouco é a camiseta branca básica. Luxo é poder misturar essas coisas naturalmente. É não dever nada a ninguém. É poder mudar seus planos a qualquer momento. É ser independente, avulso, livre. É dizer não, é dizer sim, é dizer talvez, sempre que se queira. É poder ficar mais um pouco, se tiver vontade. É bem-estar. De qualquer forma. Da sua forma.

Carol Abumrad

Formada em Design de Interiores e Arquitetura e Urbanismo pelo Centro Universitário Belas Artes de São Paulo. Trabalha com Arquitetura e Design desde 2000.

Vídeo: Casa Brasil - 31/01/2013 - Estilo - Carol Abumrad